terça-feira, 16 de junho de 2009

Assumo-me dependente


Tudo isto começou com a evolução das tecnologias, porque os meus pais não tinham um telemóvel e mesmo assim foram felizes na sua juventude... Mas os tempos mudam e com isto novas bugingangas aparecem para nos facilitarem a vida ou mesmo ás vezes complicar. Tal como outras coisas menos saudáveis o telemóvel também cria dependências e foi precisamente o que aconteceu comigo. Tudo isto começou com uns tarifários que ajudavam, as tais 1500 sms's grátis por semana que por vezes eram gastas. Mas isto era bom quando o telemóvel se encontrava num bom estado de funcionamento, mas como nem tudo dura para sempre este acabou por "pifar"... senti o meu mundo virado do avesso, era a sensação de procurar nos bolsos das calças e de tudo pelo meu amigo e chegar a conclusão que estava sem ele :S
Uma amiga ainda me emprestou um durante o tempo de aulas, mas hoje foi o derradeiro dia (Férias finalmente) e tive de o entregar sem mais nenhum para o sbustituir. Por pura perguiça ou sem maneira de o pôr no arranjo, o meu antigo "NOKIA 5300" ainda se encontra no meu quarto e todos os dias olho para ele com saudade daqueles momentos de confidencia em que só ele lia todas as minhas palavras, bem agora é esperar e parece-me que vou ter muito que esperar. Por este motivo estou impossibilitada de responder ás sms's e de receber chamadas, aqui fica um aviso... Dependência que dependência..

2 comentários:

Dii disse...

Eu votei^^

tópico sem dúvida bastante interessante :)
o telemóvel é sem dúvida uma grande dependência.. :S

Daniela Cartaxo disse...

Ahah o telemovel.. ai o telemovel.. realmente um grande vicio, e tu ja nao sobrevivias sem ele :P e eu qualquer dia tambem fico como tu ;)