quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Sem Abrigo - Uma realidade cada vez mais próxima de mim...


Começo cada vez a ficar mais chocada quando pela manhã ás vezes quase ao chegar á escola vejo uma ou outra pessoa a vasculhar no lixo, á procura de comida.(por consequência de lá perto ficar uma pastelaria em que depositam para o lixo uns bolos duros ou defeituosos). Quando no título falei em "Uma realidade cada vez mais próxima de mim..." foi devido ao facto de eu nem estudar numa cidade assim tão desenvolvida e aparentemente carênciada. Pensamos sempre que acontece aos "outros", mas de um momento para o outro pelos piores motivos os "outros" podemos passar a ser "nós". Apercebo-me cada vez mais nas dificuldades da vida.

Mesmo ontem quando andava com a minha melhor amiga a aproveitar a hora de almoço para passear pela nossa pequenina cidade, vimos um homem de estatura média aparentemente com idade por volta dos 50/60 só com uns calções de praia, o que até nos deu um motivo para umas risadas porque estava a chover e o homenzinho tinha uma figura lastimável, paramos logo quando vimos o tal sr. a debruçar-se perante um contentor do lixo, fiquei sem saber o que fazer ou dizer, o momento tirou-nos as palavras! Nunca imaginei que estivessemos tão perto desta realidade de que ouvimos somente falar nas cidades mais desenvolvidas e também com maior diferença social.

8 comentários:

Rosie Dunne disse...

o pior é que está mesmo demasiado perto... e a ajuda que podemos dar é quase minima...

anna carolina disse...

É demasiado triste e revoltante ao mesmo tempo .
Como é que podem haver pessoas a viver assim em pleno séc. XXI

Débra disse...

vivemos numa sociedade tão evoluida para certas coisa e para outros assuntos tão antiquada.
Isto é muito revoltante.

Olhos Dourados disse...

É triste...

Rita disse...

a verdade é que ate emsmo na capital vemus pessoas a durmirem á chuva, com frio e com fome.. e na maior parte das cidades ha sempre alguem qe mete comida para o lixo, assim, aos montes, sem pensar nos otrus... somos um pais desenvolvido, com tecnologias, mas com muita pobreza, sem-abrigus e pessoas carenciadas, istu, ninguem sabe ver...
é pena que tenha de ser assim :'$

∂αиιιтнα ツ disse...

ui...sem comentários :/

Rafeiro Perfumado disse...

A verdadeira preocupação (para a sociedade) é quando chega o dia em que achamos essas situações normais.

Susana S' disse...

Aqui em Aveiro há montes de pessoas a pedir e a dormir em bancos de paragens de autocarro. :$